Organização

Os ADEs nasceram de uma iniciativa do movimento Todos Pela Educação. São agrupamentos de municípios com características sociais e econômicas semelhantes, dentro de uma determinada região, que tenham o interesse de abordar soluções em grupo, trocar experiências sobre questões educacionais e formar redes locais de educação, com foco no aprendizado dos alunos.

Essa forma de organização do trabalho dos municípios está relatada no  Parecer CNE/CEB Nº 9/2011, que trata da análise   de   proposta   de   fortalecimento   e   implementação   do  regime   de colaboração mediante arranjos de desenvolvimento da educação e recebeu homologação do Ministro da Educação.

Municípios com Adesão ao ADE Noroeste Paulista: Álvares Florence, Américo de Campos, Aparecida d’Oeste, Aspásia, Cardoso, Cosmorama, Dirce Reis, Dolcinópolis, Estrela d’Oeste, Fernandópolis, Floreal, Gastão Vidigal, General Salgado, Guaraci, Guarani d’Oeste, Indiaporã, Jales, José Bonifácio, Lourdes, Macaubal, Macedônia, Magda, Marinópolis, Meridiano, Mesópolis, Mira Estrela, Mirassolândia, Monções, Monte Aprazível, Nhandeara, Nova Canaã Paulista, Nova Castilho, Nova Luzitânia, Olímpia, Ouroeste, Paranapuã, Parisi, Paulo de Faria, Pedranópolis, Poloni, Pontalinda, Pontes Gestal, Populina, Riolândia, Rubinéia, Santa Clara D’Oeste, Santa Fé do Sul, Santa Rita D’Oeste, Santa Salete, Santana da Ponte Pensa, Santo Antônio do Aracanguá, São Francisco, São João de Iracema, Sebastianópolis do Sul, Tanabi, Três Fronteiras, Turiúba, Turmalina, Urânia, Valentim Gentil, Votuporanga.

Missão: Trabalhar de forma integrada para promover o desenvolvimento da Educação Pública territorial.


A AMA é uma associação de natureza civil, de direito privado, sem fins lucrativos. Constituída em 02 de fevereiro de 1974, visando à integração administrativa, econômica e social dos municípios que a compõem respeitada a autonomia municipal, e atualmente é composta por 127 municípios da região noroeste do estado de São Paulo. Tem por finalidade contribuir para a solução dos problemas comuns aos Municípios que a compõem, pugnar pela valorização do municipalismo, convergir interesses, objetivando coordenar, representar e defender os direitos institucionais, promovendo evolução e melhoria, e representar judicial e extrajudicialmente seus associados, nas esferas Estadual e Federal.


O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) advém de iniciativas do governo federal brasileiro, focadas na expansão de oportunidades para a educação e o ensino técnico e superior. Os seus princípios e diretrizes de atuação consideram referenciais ético-políticos, científicos e tecnológicos que refletem a sua opção por atender às diversas demandas da sociedade, incluindo a escolarização de cidadãos que não participaram das etapas regulares de aprendizagem. Sempre atento às necessidades e às transformações no contexto do ensino, da qualificação profissional, da ciência e da tecnologia, mantem também o foco na diminuição das desigualdades sociais e no desenvolvimento da nação. Desta forma, o IFSP move esforços no sentido de “consolidar uma práxis educativa que contribua para a inserção social, para a formação integradora e para a produção do conhecimento”.

Campus Votuporanga

Atualmente, o Campus Votuporanga oferece os cursos técnicos nas modalidades subsequente e concomitante em Eletrotécnica e Mecânica. Cursos Técnicos na modalidade integrada ao Ensino Médio em Edificações, Informática e Mecatrônica e Cursos Superiores de Engenharia Elétrica, Engenharia Civil, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Física.


UNIFEV: um dos melhores Centros Universitários do Brasil

A UNIFEV se orgulha por estar entre os melhores Centros Universitários brasileiros avaliados pelo Ministério da Educação (MEC).

Mantida pela Fundação Educação de Votuporanga (FEV) é uma Instituição particular, comunitária e sem fins lucrativos.

Com mais de 36 mil m² de área construída, possui dois campi e oferece mais de 30 opções de cursos de graduação e de Pós-Graduação, entre eles, os MBAs da Fundação Getúlio Vargas (FGV), atividades de extensão presenciais e a distância (EAD) e outros serviços nas mais diferentes áreas de conhecimento.

Seu corpo docente conta com mestres e doutores, o que garante uma educação superior de ótima qualidade e o desenvolvimento de profissionais atentos às necessidades do mercado e às questões sociais.

O aluno UNIFEV também possui à sua disposição dois auditórios, 40 laboratórios equipados com o que há de mais moderno e duas bibliotecas físicas e uma virtual (Pearson), que abrigam mais de 100 mil títulos, entre livros e periódicos.